Orçamento Participativo das Escolas

Escrito por em . Publicado em Divulgação

O Orçamento Participativo das Escolas é um processo democrático, com várias etapas, que garante aos estudantes a possibilidade de participarem, de acordo com as suas ideias, preferências e vontades, no desenvolvimento de um projeto que contribua para a melhoria da sua escola.

Procedimentos

1 – O coordenador local da medida deve prestar apoio aos estudantes:

  • Prof. Luís Pereira na Esc. Sec. Camilo Castelo Branco;
  • Prof. Júlio Sá na EB 2,3 Júlio Brandão.

2 – Desenvolvimento e apresentação de propostas — até ao final do mês de fevereiro (entregar na secretaria).

  • As propostas são elaboradas por estudantes do 3.º ciclo do ensino básico ou do ensino secundário que identifiquem claramente uma melhoria pretendida na escola, através da aquisição de bens e/ou serviços que sejam necessários ou convenientes para a beneficiação do espaço escolar e/ou destinados a melhorar os processos de ensino-aprendizagem e do qual possa beneficiar ou vir a beneficiar toda a comunidade escolar.

3 – Divulgação e debate das propostas — de 9 a 20 de março

4 – Votação das propostas — no dia 22 de março

5 – Apresentação dos resultados – de 23 a 30 de março

6 – Financiamento: 1€ por cada aluno do 3.º ciclo do ensino básico e/ou do ensino secundário que frequente o referido estabelecimento de ensino.

7 – Financiamentos suplementares: A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai comparticipar com um valor igual ao atribuído pelo IGeFE, pelo que o valor total a considerar para o Orçamento Participativo das Escolas é:

  • Escola Sec. Camilo Castelo Branco: 2.498€
  • Escola EB 2,3 Júlio Brandão: 1.392€

8 – A execução da medida deve ser feita até ao final de 2018.

Mais informações em https://opescolas.pt/

 

Regulamento orçamento participativo
Proposta para o 3ºciclo
Proposta para o secundário
Proposta editável