Cursos profissionais – pré-inscrição

Escrito por em . Publicado em Cursos Profissionais, Informações

informacoes Informa-se que estão abertas as pré-inscrições para os cursos profissionais 2019/2020, o formulário encontra-se disponível na página eletrónica do agrupamento.

Pré-Inscrição 2019/20

  • Ano Letivo 2019/2020

  • Identificação do Aluno(a)

  • Introduza p.f. o nome completo.
  • Introduza p.f. o número do Bilhete de Identidade ou do Cartão de Cidadão.
  • Por favor, insira um valor entre 1 e 12.
    Introduza p.f. qual o ano de escolaridade que frequentou.
  • Introduza p.f. o nome da escola que frequentou.
  • Introduza p.f. a data em que nasceu (dd/mm/aaaa).
  • Por favor, insira um valor entre 5 e 30.
    Introduza p.f. a sua idade em anos.
  • Contactos:

  • Introduza p.f. o seu número de telefone.
  • Introduza p.f. o número de telefone do seu encarregado de educação.
  • Introduza p.f. o seu endereço de Email.
  • Curso Pretendido

    (indique, o ou os cursos que lhe interessam)
  • Diga qual e justifique a sua primeira opção de escolha.
  • Oficinas de selecção para os Cursos Profissionais a realizar em data a anunciar, de frequência obrigatória, no horário a definir e publicar na página do agrupamento.

  • Este formulário permite aos Encarregados de Educação manifestarem a sua intenção/interesse em matricular os seus educandos no Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco (AECCB). Tem também como objetivo ultrapassar as dificuldades inerentes ao envio atempado dos processos de matrícula das várias escolas e permitir ao AECCB uma melhor planificação do próximo ano letivo. Assim, o preenchimento do mesmo não dispensa os alunos e encarregados de educação de nenhum dos procedimentos formais da matrícula e pedido de transferência, a apresentar na escola onde estão atualmente matriculados, respeitando os prazos legais.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.

Orçamento Participativo das Escolas – Propostas do 3º ciclo

Escrito por em . Publicado em Diversos, Divulgação

O Orçamento Participativo das Escolas é um processo democrático, com várias etapas, que garante aos estudantes a possibilidade de participarem, de acordo com as suas ideias, preferências e vontades, no desenvolvimento de um projeto que contribua para a melhoria da sua escola.

Propostas do 3º ciclo


Proposta A: Pela partilha e união, chegaremos à igualdade.
Gostaríamos de tornar o espaço da “Casa do Aluno” num local de união, onde todos os alunos pudessem usufruir desse lugar.
Criaremos um horário definido para os alunos praticarem jogos de tabuleiro, utilizarem os computadores ou até poderem usar uma sala dedicada à Música.

Objetivos:
• Colocar cadeiras e sofás confortáveis;
• Adquirir armários para acomodar os materiais e equipamentos;
• Estimular o convívio e a interacção entre todos os alunos;
• Promover o espírito de união e a igualdade;
• Renovar a pintura do espaço;
• Equipar a sala com jogos lúdico-didáticos.


Proposta E: Sala de jogos renovada, satisfação assegurada.
A sala de jogos é um dos espaços mais frequentados pelos alunos quando, por qualquer motivo, os professores não podem dar aulas, mas é um espaço pouco atractivo e pouco acolhedor. Assim sendo, pretende-se adquirir novos jogos didáticos e remodelar a sala dos jogos, retirando as mesas e cadeiras antigas e colocando equipamentos mais confortáveis, tais como pequenos sofás, cadeiras, mesas de centro e “pufes”.

Objetivos:
• Colocar mesas e assentos confortáveis;
• Recuperar e embelezar o espaço da sala de jogos;
• Estimular o convívio e a interacção entre os alunos;
• Renovar a pintura do espaço;
• Embelezar a sala de jogos;
• Equipar a sala com jogos diversos;
• Promover o sentido de responsabilidade.


Proposta J: Dá descanso ao pedal
Criar um espaço para parqueamento exclusivo de bicicletas na Escola Júlio Brandão que seja seguro e bem localizado.

Objetivos:
• Suportar as bicicletas recorrendo a pelo menos dois pontos de apoio.
• Evitar que a roda dianteira rode sobre si.
• Permitir que tanto o quadro como as rodas da bicicleta sejam fixos ao suporte.
• Suportar bicicletas que não tenham tubo horizontal superior (quadros com entrada baixa ou “de senhora”).
• Permitir que a fixação de ambas as rodas e do quadro, possa ser efetuada com recurso a cadeados do tipo “U” ou “D”.
• No seu design deve ser tido em conta que os mesmos constituem uma barreira para pessoas invisuais, e por isso devem ter elementos que identifiquem a sua presença.

Propostas Nº votos
Proposta A – Pela partilha e união, chegaremos à igualdade. 54
Proposta E – Sala de jogos renovada, satisfação assegurada. 109
Proposta J – Dá descanso ao pedal 50
Nulos / Brancos 4